sábado, 4 de fevereiro de 2012

Eu conheço Jesus? E Ele, me conhece?


Nós vivemos tempos difíceis. Hoje existem muitas doutrinas, muitos ensinamentos, muitas coisas vãs e cada dia mais estamos inclinados para o nosso “eu”.

Nós nos preocupamos com as promessas, com as bênçãos, com a nossa vida, com a vida sentimental, com isso com aquilo... Quase tudo, ou tudo tem girado em torno de nós mesmos.
Nós já cantamos um dia que “Jesus seja o centro”. Hoje nem isso pedimos mais.
Hoje, nós cantamos “promessas”! Estamos beirando a loucura da idolatria. Idolatria ”gospel”... Idolatramos as promessas, as bênçãos... Nossos cultos estão recheados disso. Louvor? Fala de promessa, do meu direito como filho de Deus e por ai vai...
Mas, que filho que conhece seu pai chega até ele quase ou muito provavelmente, efetivamente, botando o dedo na fronte do pai e diz: “É meu por direito, me dá!”.
Estamos ficando como que loucos, cegos, indiferentes a Deus, presunçosos, arrogantes, insensíveis quanto à grandeza de Deus, irreconhecíveis como filhos.
Nós nos vendamos com a venda da “satisfação” e achamos que é isso que Jesus quer, nossa “alegria”.
Não conhecemos a Deus, mas achamos que Ele é a meia dúzia de versículos que sabemos e os “5.000” hinos que cantamos rasgando a garganta, estufando o peito e clamando “Faça em mim, realiza em mim, porque eu quero ser “bem sucedido” em Ti.”
Que balela! Pra não dizer outra coisa.
Mentimos pra Deus, achando que podemos enganá-Lo.
Estamos perdendo o sentido real da vida, se é que já o tivemos algum dia.
Jesus? Ah, Jesus se tornou pra nós, um amuleto. Eu tenho “Jesus” em tudo o que é lugar. É “Jesus” no adesivo no carro, “Jesus” na janela de casa, “Jesus” na corrente no pescoço, “Jesus” na canção, “Jesus” no falar... Mas, no coração? Ah, no coração dá trabalho ter Jesus. Além do que, vamos combinar que no coração eu tenho as promessas de “Jesus”, tenho os sonhos de “Jesus”, eu tenho o chamado de “Jesus”, eu tenho as vontades “Jesus”... Não tem espaço pra Jesus em Si e Ele “entende” porque eu estou ocupada com toooodas essas coisas de? Ahh, vai, você sabe... De “Jesus”!!!
Nós estamos como que loucos e achamos que somos os mais sábios da terra. Afinal, eu sou crente! Eu aceitei Jesus e meu lugar lá no céu está garantido. “Iuhuu” pra você!
Ainda bem que em Sua graça, Deus ainda olha pra nós, querendo nos direcionar no caminho eterno, para que tenhamos vida!
Geralmente quando nós estamos doentes, vamos ao médico e ele nos pede vários exames para verificar a nossa saúde.
Hoje, vamos verificar nossa vida com Deus, vamos fazer um check-up.

1ª verificação... “E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.” 1 João 2:2
Ele é a propiciação pelos nossos pecados.
Quando foi a última vez que você pensou nisso?
Ontem? Há três meses?
Você tem que pensar nisso todos os dias, em todo o instante.
Aquele lugar era pra ser meu. Eu preciso pensar nisso. Não posso esquecer o bem que Deus me fez.
Sabe por que não pensamos na cruz? Porque quando pensamos no sacrifício de Jesus nós nos deparamos com a nossa podridão, com o fedor do nosso pecado, com a nossa pequenez, com a nossa limitação...
O problema é que nós não queremos pensar nisso. Nós queremos pensar que somos “mais que vencedores”, somos “vitoriosos”... Mas, quando eu isolo o sacrifício de Jesus, eu nada sou. Eu sou mais que vencedor? Sou! MAS, porque Ele é!
E é isso que eu tenho que ter consciência todos os dias!
 O que nós estamos fazendo hoje?
Nós queremos ir ATÉ a cruz. Veja bem, Jesus disse em Lucas 9.23: “E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.”
Algumas versões dizem “renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.”
Esse é o problema hoje. Nós vamos até a cruz receber uma benção, receber a realização da promessa, receber o milagre, receber o “lugar no céu”... Nós vamos até a cruz receber tudo e supostamente receber “Jesus”, mas largamos a cruz, se é que nós já pegamos um dia.
Nós queremos sinais e maravilhas.
Nós pedimos que Deus nos prove Seu amor através de bençãos, de promessas... Quando Deus já nos mostrou Seu extraordinário amor por nós enviando Jesus e o enviando pra quê? Pra morrer em nosso lugar!
Foi isso que Jesus veio fazer... Morrer EM NOSSO lugar.
Ele não veio morrer pra nós, veio morrer por causa de nós. Nós causamos a morte dele. E hoje estamos “matando” Ele em nós.
Nós queremos o melhor de Deus e vivemos dizendo isso: “O melhor de Deus ainda está por vir.” NÃO! O melhor de Deus pra nós é Jesus e é nEle que temos que encontrar satisfação! NEle!
Então, se Jesus é a propiciação pelos NOSSOS pecados, quando foi a última vez que você se inconformou com suas atitudes erradas por causa de Cristo?
Você se importa com tantas coisas. Chora por causa de um cachorro ferido, chora por causa de uma criança doente, chora por causa da sua vida, chora por causa da sua dor... Mas, quando foi a última vez que você chorou por causa de Cristo?
Quando foi a última vez que você parou e tomou uma decisão baseada em Jesus?
Ex.: “Não, eu não posso fazer isso porque vou entristecer o Senhor.” “Não importa fulano, beltrano, nem mesmo o que eu acho... Importa o Senhor!”
Quando foi a última vez que você de fato pensou naquele que morreu por sua causa e se importou com isso?
2ª Verificação... “E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele.” 1 João 2:3-5
João 14:21 diz assim: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.”
Nós abrimos a boca pra dizer que conhecemos a Deus.
Mas, será que conhecemos mesmo?
Jesus diz: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse É o que me ama... E nisto sabemos que o conhecemos: SE guardarmos os seus mandamentos!...”
É muito simples. Você conhece a Deus se guarda Sua Palavra!
Quando eu conheço a Palavra, eu conheço a Cristo e me relaciono com Ele!
Simplesmente dizer: “Deus é bom.” Não é conhecer a Deus. Um ímpio diz isso.
Saber versículos e não guardá-los não é conhecer a Deus. Um teólogo sabe isso e nem por isso tem relacionamento com Deus. Os fariseus conheciam a Bíblia, mas não a guardavam, não a viviam.
Quando você conhece a Palavra, você conhece a Cristo, você sabe o que Ele quer e vive a vida que Ele quer.
Nós estamos adequando Cristo a nossa vida, quando temos que morrer e viver Cristo.
Cristo não é uma peça de decoração para ser adequado convenientemente ao nosso viver, como queremos, como nos é bonito.
Cristo é o Rei, o Senhor Todo –Poderoso. Ele não é um tolo a nossa disposição. Ele é Soberano, Majestoso, Fogo Consumidor, é Força, é o Dono de tudo, o Todo - Poderoso!
Nós não podemos tratar Jesus como uma “peça de prazer” do nosso cotidiano.
Hoje, se faz por onde pra se ter um prazer momentâneo, e nem precisa ser algo sexual, mas SE JESUS NÃO ME DER O QUE EU QUERO, não tem problema, eu dou meu jeito de ter.
E pra piorar a situação, muitos líderes estão agindo dessa maneira. Levando o povo ao delírio coletivo, a satisfação pessoal, ao “orgasmo espiritual”. Porque o que me importa é ser feliz e Jesus morreu pra isso, pra me dar vida. Mas, não é essa vida que muitos estão achando ser. Não é vida no sentido de prazer.
É vida, vida abundante, porque estamos mortos em nossos pecados, somos miseráveis pecadores e em Jesus temos perdão e VIDA!!! Pois Ele é VIDA e Ele passa a viver em nós quando nós o reconhecemos como o Salvador, nos entregamos a Ele e caminhamos com Ele!
Hoje? Hoje nós “O aceitamos” porque nós queremos, para que Ele venha e opera bençãos em nós, porque afinal de contas, nós O deixamos entrar em nossas vidas, nós fizemos esse imenso favor e por causa disso Ele faz o que eu quero, do meu jeito, quando e até onde eu quero, senão eu fico de bico e vou embora. E Jesus não quer me perder, afinal Ele não vive sem mim!
Isso... Isso não é vida com Cristo! Isso é meninice, safadeza, mentira e engano. É achar que Jesus é um coitado que precisa de nós!
Antes do mundo e todas as coisas existirem ELE JÁ ERA DEUS! E nós, nós não éramos nada e se somos algo é porque Ele É!

É isso que você tem que ter em sua consciência TODOS os dias! Não por um momento, não na hora da necessidade, mas todos os dias!
Preste atenção: “Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência.” Tiago 1:22-24
Hoje, nós somos assim: Nós escutamos o que o pastor diz, o que o amigo diz, o que o parente diz... Tooodo mundo diz, mas eu nunca atento para o que Cristo diz.
E é por isso que eu nunca sei nada da Palavra. Eu a contemplo como quando vejo meu rosto no espelho, mas logo me esqueço, porque não a prática, apenas a ouço. Eu não vivo.
Eu não só não vivo a Palavra, como eu como tudo o que me dão.
Se eu chegar pra você com um prato de comida bem gostoso você vai comer certo?! Mas, se eu te der algo estragado, você come?
E se eu te der algo que está mais ou menos estragado, nem tudo estragou, você vai comer?
Então porque quando se trata da Palavra de Deus você age como um relaxado que não está nem ai?
Hoje, muito do que tem entrado no “ventre” das pessoas não tem servido pra nada a não ser pra ser defecado, depois de fazer um estrago, muitas vezes provocando até a morte espiritual.
Quem tem relacionamento com Deus e guarda a Sua Palavra sabe que é isso o que acontece: “Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. João 7:38
Você precisa valorizar seu relacionamento com Deus para ter fluindo do seu ventre rios de água viva.
Você não se relaciona com Deus porque não conhece sua Palavra e a Palavra de Deus não está em você e por isso você não dá frutos. É sempre aquela mesmice de pessoas problemáticas tanto quanto ou até mesmo pior do que você ao seu redor.
Amar a Cristo? Você ama?
“Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda ESSE É O QUE ME AMA; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.”
Se você tem os mandamentos e os guarda então você ama a Cristo e amando a Cristo, você é amado do Pai e amado por Cristo e Cristo se manifestará a você!
Isso é Tremendo!
Passe a se dedicar a conhecer a Palavra de Deus. Leia-a! LEIA-A!!! Porque, você tem comido lixo, achando que é o melhor chocolate do mundo!
Ame Cristo de fato! Agora você sabe o que isso significa.
3ª Verificação... “Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou.” 1 João 2:6
Você está nele?
Então, deve andar como Ele andou!
E como Ele andou?
Por diversas vezes, durante o relato da vida Jesus a Bíblia nos relata que:

“Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra.” João 4:34
“Porquanto, qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, e minha irmã, e minha mãe.”Marcos 3:35
“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” Mateus 7:21
Como Jesus andou?
Andou fazendo a vontade de Deus!
Nós temos que tirar da nossa vida essa visão romanceada de que “Jesus morreu por amor a mim.”
Jesus morreu por nossa culpa, por sermos pecadores, malditos, por estarmos afastados de Deus por causa do pecado. E somente Ele poderia ter morrido em nosso lugar, porque somente alguém puro e santo poderia fazer tal expiação por nós.
Jesus nao viveu aqui no “Larará rá rá, assobiando, destilando amor, rindo ao ser pregado na cruz.”
Ele veio fazer a vontade do Pai dele e isso é o que importava! E a vontade do Pai dEle era de que Ele se entrega-se à morte pra que nós vivêssemos.
E Ele não só fez a vontade do Pai dele como teve prazer nisso, porque Ele disse: “Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai. João 10:17-18
O alimento, a vontade de Jesus era a vontade do Pai.
Qual tem sido a sua vontade?
O que você tem vivido aqui na terra?
O que tem motivado você a fazer a obra, a estar na igreja? Seus amigos? Seu sucesso ministerial? Seus sonhos, sua realização?
Jesus disse em Mateus 26.39: “E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.”
Como é que está minha vida?
Eu estou fazendo o quê? A vontade do Pai?
Apesar da dor e da dificuldade eu estou prosseguindo em fazer a vontade do Pai, porque é isso o que importa?
*
Jesus tinha relacionamento com o Pai.
Ele conhecia os mandamentos e os guardava.
Ele orava constantemente.
Ele pregava a Palavra não só com palavras, mas principalmente com a vida dele.
Ele tinha como regra suprema a vontade do Pai dele.
Ele morreu pra satisfazer o Pai.
Ele morreu por culpa nossa, por causa dos nossos pecados.
E eu? Que tipo de vida eu estou tendo? O quanto eu tenho me esforçado pra conhecer o Pai? Eu tenho um relacionamento com Cristo?
"Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres? ’Então eu lhes direi claramente: ‘Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal! ’ " Mateus 7:21-23
Cristo me conhece?

Sabe, a gente só faz um check-up por que quer viver e não morrer.
Que você possa se examinar e corrigir as decisões que você tem tomado e/ou, de fato, começar a se relacionar verdadeiramente com Cristo.                        
Deus nos ajude.

***
Escrito por: PRISCYLA PARASKEVOPOULOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário